Rede-mulheres

Conheça as vencedoras do Prêmio Mulheres Tech em Sampa

Os organizadores do Prêmio Mulheres Tech em Sampa, lançado no final do ano passado, durante o 3º Fórum Empreendedoras na FGV, em São Paulo, revelaram no sábado (7) as vencedoras da premiação, durante a Campus Party Brasil. Os cinco projetos ganhadores foram escolhidos entre mais de 60 iniciativas inscritas.

A premiação foi criada para incentivar a atuação de mulheres na área de tecnologia e foi realizada pela Rede Mulher Empreendedora (RME), Google For Entrepreneurs e Tech Sampa, política da Prefeitura de São Paulo de fomento a novas empresas de tecnologia.

Os cinco projetos receberam um total de R$ 50 mil, sendo R$ 10 mil para cada um. As iniciativas escolhidas têm o propósito de estimular o empreendedorismo feminino com foco em tecnologia e são coordenadas por mulheres. O objetivo é ampliar a participação de mulheres no ecossistema de startups da cidade por meio de iniciativas gratuitas ou de baixo custo realizadas durante o ano de 2015.

Os projetos ganhadores são:

TECHNOVATION – incentivo a jovens mulheres
Coordenado por Camila Achutti, esse projeto pretende inspirar meninas e mulheres em uma competição de empreendedorismo e programação. Times nas divisões de Ensino Fundamental II e Médio trabalharão na programação e desenvolvimento da estratégia de negócios de um aplicativo que solucione um problema real.

RODADA HACKER – incentivo a jovens mulheres
Coordenado por Gabriela da Costa Aguiar Agustini, é uma oficina de programação especialmente desenhada para meninas e mulheres. Um encontro para quem quer imaginar e construir projetos incríveis e recriar as tecnologias da rede.

CANAL GIRLS IN TECH – networking/ melhor Comunicação
Coordenado por Loana Felix, o projeto consiste em criar um Canal Girls in Tech no YouTube (um Vlog), onde serão publicados semanalmente vídeos tutoriais sobre algum tópico previamente levantado e pesquisado dentro do Blog Girls in Tech, da página Girls in Tech no Facebook, e também com a colaboração de outros parceiros.

STARTUP IN SCHOOL – educação empreendedora
Jaciara Martins Fontes Cruz pretende desenvolver oficinas para estudantes do ensino fundamental e médio inspiradas no modelo de geração de business model CANVAS e hackathons, com metodologia adaptada para o público adolescente.

MULHERES 50+ em Rede – incentivo a mulheres mais maduras
O projeto da Tássia Monique Chiarelli será desenvolvido em formato de oficinas semanais e presenciais com o propósito de capacitar mulheres que já possuem um negócio de pequeno porte em assuntos ligados a área digital, a fim de aumentar o seu domínio no ambiente virtual, melhorar a visibilidade de seu negócio e gerar novas perspectivas de empreendedorismo.

Fonte: Prefeitura de SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *